Vitamina B12 é encontrada em plantas pela primeira vez

Para quem não come carne, sempre existiu a preocupação com a ingestão da vitamina B12, que até então, era consenso da comunidade científica que a vitamina só era encontrada em produtos de origem animal. Entretanto, um estudo de equipe de pesquisadores da Universidade de Kent (link da pesquisa), na Inglaterra, descobriu recentemente que uma erva comum, o agrião, pode ser usada para prevenir a deficiência de cobalamina (vitamina B12).

Os resultados, publicados na revista científica Cell Chemical Biology, revelam que a vitamina está prontamente disponível nas folhas de agrião após a planta crescer em um meio de desenvolvimento fortificado. Importante frisar que não são os animais que produzem a vitamina, mas sim bactérias, que são ingeridas ou vivem nos organismos dos animais. Portanto é facilmente sintetizada em laboratório sem utilizar insumos animais.

Escolheram uma escola de ensino fundamental, na qual os jovens cultivavam agrião. As plantas cresceram em um ambiente fortificado com vitamina B12, mas apenas externamente; nada foi injetado nas plantas. Após 7 dias, as folhas foram removidas e analisadas em laboratório, e a presença de B12 foi confirmada. O experimento foi repetido com outra variação da cobalamina, e, novamente, foi observada a vitamina no agrião. A absorção e transporte de B12 por plantas foi comprovada.

Anteriormente, pensava-se que o B12 fosse produzido principalmente por certas bactérias intestinais presentes em animais. “Essa descoberta pode ser uma importante maneira de enfrentar o desafio global de fornecer uma dieta vegetariana completa e nutritiva”, afirmam os pesquisadores, “um desenvolvimento valioso à medida que o mundo se torna cada vez mais livre de carne devido à expansão populacional”.

A vitamina B12 é essencial ao organismo humano. Sua deficiência pode causar dormência nos membros, dificuldades de memória, fadiga, problemas severos no sistema nervoso, dentre outros, dependendo da gravidade da insuficiência nutricional. Existem outros animais que também necessitam de B12 em seu corpo, mas os métodos de absorção são diferentes; alguns deles, como os bovinos, mantém relação harmoniosa com as bactérias de seu trato intestinal, que produzem a cobalamina, sendo mais tarde absorvida pelo seu próprio corpo. Infelizmente, o ser humano não consegue manter a mesma relação, e precisa ingerir o nutriente. As nossas bactérias produzem também a B12, mas o local de absorção em nosso cólon impossibilita a infiltração pelo que foi produzido diretamente dentro do organismo.

Talvez, em algum futuro próximo, plantas possam se tornar fontes confiáveis de vitamina B12, e a necessidade dos suplementos desapareça. A expansão de uma dieta vegetariana se torna cada vez mais viável, em qualquer situação. Os pesquisadores completam:

“uma descoberta valiosa à medida que o mundo se torna cada vez mais livre da carne”

 

Fontes:

Sinta-se à vontade! Deixe sua sugestão, comentário ou opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s