Qual caminho você escolherá?

A informação nos leva ao raciocínio. Raciocínio nos conduz ao conhecimento. Conhecimento dos ensina a razão.
Neste momento então só pode haver pessimismo em relação ao futuro da humanidade.

Por outro lado…

A observação no leva a percepção. Percepção nos conduz ao coração. Coração nos ensina a intuição.
Neste momento só existe esperança e otimismo na probabilidade da regeneração.

É muita complexidade, beleza e perfeição para privarmos a evolução de se manifestar
A vida é uma espécie de “graduação interior”, e o momento da formatura se aproxima. Os ciclos se repetem.

Escolherá qual caminho? Do medo/desespero ou da coragem/esperança?

Conseguirá interromper a inércia das lições não aprendidas com o sincero perdão? Ou terá que repetir o ciclo de aprendizado nesta dimensão?

“Muitos serão chamados, mas poucos escolhidos.”

A escolha é interior, é sua, individual e intransferível.

Não espere milagres, espere trabalho. Começe agora a trabalhar para construir o mundo interior e exterior que deseja ver prosperar no mundo e em sua vida.

A rede da regeneração estão se formando em todo mundo. Sintonize-se neste processo de transmutação!

#FéNaHumanidade #TodasAsSoluçõesJáExistem #RegeneraçãoGlobal

Chegou a era do sagrado feminino no mundo

VIVA ÀS MULHERES! VIVA AO SAGRADO FEMININO!
Mais que mães, amigas e amantes, vocês, mulheres, trazem em si as chaves para o futuro de paz da humanidade.

Nosso mundo sucumbiu com o autoritarismo e racionalidade dos homens. E agora, em uma eminente nova era de consciência, serão de vocês, mulheres, a liderança do mundo.

Esqueçam a competição do feminismo doentio que se espelha na imposição dos homens. Estejam acima disso. Governem seus dias com carinho, compaixão e sensibilidade. São destas energias que residem a sua força e é disso que precisamos banhar o mundo!

Chegou a hora de reivindicar o seu Poder no mundo para regenerar os sentimentos que foram devastados pela insensatez do reino dos homens. Migrar o sentido do “PODER SOBRE” para o o “PODER COM”.

Paz, Amor e Sabedoria e todas vocês nesta missão de Luz!

#DiaDasMulheres #SagradoFeminino #NovaEra

Qual o papel do Ser Humano no planeta?

Toda vida existe por algum significado. Cada ser do planeta, em todos os seus Reinos (Reino das Plantas, Reino dos Animais, Reino dos Fungos, Reino Protista e Reino Monera) exercem uma função para o equilibrio e evolução da vida. Até mesmo os minerais, a água, o ar e o fogo contribuem para a caótica harmonia da vida. Mas, diante de tantas atrocidades e devastação que a nossa civilização tem provocado ao planeta, como podemos interpretar a contribuição do Ser Humano neste movimento de expansão e evolução?

O Planeta é vivo: Teoria de Gaia

Criada em 1969 pelo cientista e ambientalista inglês James Ephraim Lovelock, com apoio da bióloga norte-americana Lynn Margulis, a Teoria de Gaia defende que nosso planeta é um gigantesco organismo vivo, capaz de se auto-regular e se adaptar para garantir a manutenção da vida. Apesar da nossa percepção de vida dificultar a compreensão do Planeta como um ser vivo, atualmente esta teoria é amplamente aceita por muitas comunidades científicas.

gaia-grid

As evidências são muitas. Um delas trata da composição da atmosfera, que parece depender da atuação dos seres vivos do planeta. Pesquisas comprovaram que sem a presença dos seres fotossintetizantes (as plantas por exemplo), o teor de gás carbônico (CO2) na atmosfera seria altíssimo, enquanto que nitrogênio (N2) e oxigênio (O2) teriam concentrações muito baixas, impossibilitando a manutenção da vida. Desta forma, observa-se como se o próprio planeta intervenha nessas relações, tornando-a mais adequada à sobrevivência dos organismos. Nosso planeta, ou Gaia (em homenagem a deusa da “mãe natureza), possui capacidade de auto-regulação a partir da interação entre seres vivos (os 5 Reinos citados acima) e os nãos vivos (fogo, terra, água, ar, éter)

O Poder do Ser Humano

Ocupamos o topo da cadeia alimentar e somos dotados de autoconsciência e capacidade de superar limites e impor nossas vontades sobre a Terra os animais. E é justamente dessa capacidade de transformação que origina o verdadeiro Poder do Ser Humano: transformar o mundo a sua volta. Praticamente tudo que fazemos como civilização envolve algum nível de transformação. Seja na alquimia da culinária diária, no processo de industrialização, ou no impacto individual que provocamos no meio ambiente

As ações dos seres humanos no planeta tem provocado ajustamentos por parte do planeta, uma vez que estamos intervindo no equilíbrio e manutenção da vida. A emissão de gáses nocivos na atmosfera, o desmatamentos desmedido das florestas, a concentração de renda, a destruição de afluentes e rios causam sérios danos ao grande organismo vivo e aos outros seres vivos, inclusive ao próprio ser humano. A intensificação de fenômenos climáticos é consequência das nossas próprias ações.

Dentro da visão da Teoria de Gaia, o Ser Humano é a espécie responsável pelo papel de intervir e transformar sua estrutura e ambiente com o objetivo de facilitar, fortalecer e proteger a evolução da vida. Por exemplo, para se desenvolver uma cidade é preciso muita intervenção. Apenas desta forma, pode-se garantir uma vida digna às pessoas, com lazer, saúde, saneamento básico, transporte, etc. Sendo assim, o Ser Humano transforma o ambiente para possibilitar a prosperidade da sua espécie. O problema atual é o pensamento individual, e não sistêmico, da vida. Devemos (e podemos) utilizar nosso poder de transformação, mas sob a ótica de TODAS as espécies que compõe o equilíbrio do ambiente afetado. E não apenas em benefício de nós mesmos. Podemos construir cidades, mas da forma mais equilibrada possível.

Nosso planeta chegou ao momento de estafa por nossas ações, e agora precisa também da nossa atuação para não entrar em colapso. Somos responsáveis por tudo isso. Devemos enfrentar as consequências e provar que podemos reconstruir tão bem quanto destruímos.

A humanidade precisa acordar para a realidade da vida

Através de meios externos que impuseram crenças e costumes, fomos levados a escolher o caminho que está devastando o nosso planeta, o caminho da predação, exploração e individualização das relações. “Eu tenho”, “Eu quero”, “Eu lucro”, “Eu mereço”,  “Eu Posso”. Nos esquecemos do “Nós”. Aprendemos a exercer o PODER SOBRE e não o PODER COM.

Nos esquecemos que a vida é feita de um perfeito equilíbrio e que somos parte desse ambiente e evolução. Não como visitantes, mas como parte integrante. Nossas células são formadas pelos mesmos elementos que formam nossas praias, montanhas e rios. Nós SOMOS a Terra, e não apenas estamos na Terra. Ao menos enquanto permanecermos em corpo físico vivenciando sua realidade.

Diante deste momento de transição planetária, precisamos urgentemente “acordarmos” para a realidade da vida. A necessidade de contribuirmos para a manutenção/correção/regeneração dos padrões saudáveis e equilibrados da vida. Só assim conseguiremos superar centenas de anos de destruição em décadas de renascimento.

post-05-16-5-1
Como Podemos Transformar o Ambiente

Como Ser Humano, você tem o poder de transformar o seu meio. E ele pode ser exercido não apenas em sua interpretação básica de intervenção ambiental ou transformações físicas. Lembre-se da frase “Tudo que nossos olhos veem são como pálidos reflexos do que existe verdadeiramente”. Sendo assim, seus pensamentos, sentimentos, expressões e palavras afetam a realidade a seu redor, da mesma forma que uma retroescavadeira retira a terra de um morro. É isso que a física quântica também tem demonstrado.

Repare como a irritação, stress, impaciência, raiva, pessimiso e rancor das outras pessoas e notícias interferem nos seus padrões de pensamento e sentimento. Perceba como você é contaminado por toda essa energia que se amontoa em tempos (eternos) de “crises e recessões”.

Escolha se tornar consciente deste processo e DECIDIR não fazer parte de sua rede de influência. Para isso, você vai precisar se auto-conhecer para ACEITAR E SUPERAR seus erros e limitações. O desespero e a revolta devem ser inteiramente superados para você se desconectar da frequência desses sentimentos.

Somos como estações de rádio. Captamos e atraímos as frequencias dos pensamentos e sentimentos que emitimos.

Sendo assim, devemos reivindicar nossa capacidade de transformação para conseguirmos impor no planeta o futuro de paz e harmonia que somos capazes de construir juntos com a Sabedoria nos pensamentos e o Amor nos sentimentos.

 

Novo Minério transforma luz solar, calor e movimento em energia elétrica

kbnno minerio energia

A tecnologias para energia renovável acaba de ganhar um reforço de peso, vindo de cientistas cientistas da Universidade de Oulu, na Finlândia. E o melhor: A expectativa é que o mineral já esteja pronto para ser comercializado em 2018.

A descoberta reforça a percepção de muitos de que todas as soluções para o futuro da humanidade estão em nosso próprio planeta. E que vivemos o início de uma era onde iremos ampliar toda sabedoria e tecnologias para regeneração do planeta.

A descoberta do minério chamado KBNNO, classificado como um tipo de cristal e pertencente a família Peroskvita, tipos raros de minérios capazes de produzir energia elétrica utilizando apenas uma ou duas fontes específicas surpreendeu a comunidade científica do mundo (os painéis solares são produzir com eles por exemplo). E o motivo da surpresa é a polivalência do KBNNO, pois ele é o único minério descoberto na Terra (até o momento) capaz de produzir energia a partir de todos os estímulos possíveis (luz, pressão, movimento e calor). E tudo ao mesmo tempo!

COMO FUNCIONA

Inversão dos polos magnéticos do KBNNO por luz, pressão, movimento ou calor é o  motivo da geração de energia.

Inversão dos polos magnéticos do KBNNO por luz, pressão, movimento ou calor é o motivo da geração de energia.

De acordo com os pesquisadores da universidade, e a publicação do Applied Physics Letters, o KBNNO é um “material ferroelétrico” com moléculas polares, ou seja, que funcionam como as agulhas de uma bússola reproduzindo o polo sul e o Norte ao redor de si.

Quando são estimuladas por algum fator físico, como raios solares ou pressão, por exemplo, esses polos acabam se desalinhando – o que desencadeia uma corrente elétrica.

 

APLICAÇÕES POSSÍVEIS E DESAFIOS

Sabemos que os cristais são amplamente utilizados em todos os equipamentos eletrônicos e possuem ampla relação com o armazenamento e transmissão de informações.E que inclusive, você ja viu no post “Por Dentro do Cérebro: Tudo que você precisa saber sobre a Glândula Pineal“, que possuímos cristais de apatita no interior do nosso cérebro. Desta forma, o KBNNO, pode ser uma alternativa para produção de baterias para celulares, tablets e diversos equipamentos eletrônicos. Além disso pode representar um modo alternativo de carregar aparelhos elétricos, sem depender unicamente de uma fonte energética.

Atualmente utilizamos o Lítio como principal minério para produção de baterias. Porém, esse fato é um grande problema, pois trata-se de um minério não renovável e que sua principal reserva está no Afeganistão. Não podemos substituir o petróleo por outro recurso escasso. (Veja mais em: “EUA revelam reservas de cobre e lítio de US$ 1 tri no Afeganistão, diz jornal

O único empecilho dessa nova descoberta seria a eficácia da produção de energia, que é menor em comparação com outros minérios da família perovskitas especializados, como a de células solares – que já são usadas em tecnologias de captação de luz. Mais baratas, já bateram o recorde de eficiência, passando de 3,8% de conversão de eletricidade em 2009, para 25,5% em 2016. Mas, enfrentam um problema natural: e quando não há luz do Sol? Com o KBNNO não haveria esse problema, pois funcionaria com outras fontes além do sol.

 

Os estudos estão apenas iniciando. Os cientistas acreditam que se encontrarem a composição e aplicação ideal, poderão aumentar sua eficiência energética e transformar os painéis solares, por exemplo, em materiais muito mais eficazes e capazes de gerar energia por vários estímulos diferentes.

Vamos aguardar por novidades. Mas já se trata de uma bela descoberta para esse início de 2017.

 

Feliz Ano Novo Egípcio e Maia! 26 de julho

calendario maia

Feliz Ano Novo!
Durante 6.000 em nossa história, seria essa a mensagem desta noite de 25 de julho.

Os egípcios, maias e civilizações antigas adotavam um calendário de 13 meses e 28 dias (ciclo das fases da lua). Segundo a arqueologia, o início do calendário egípcio é marcado pelo nascer helíaco de Sírus, dia 26 de Julho.

O interessante desses estudos é que nos despertam a pergunta sobre qual o padrão de tempo que seguimos atualmente.

Criado na Babilônia, o nosso calendário gregoriano foi instituído a partir de motivações políticas/econômicas e chegou até a ter 18 meses no período Romano.

Foi Júlio César que determinou o calendário atual com os dias bissextos e o mês “Julho”, em uma auto homenagem. Mais tarde o Imperador Augusto, instituiu o 31 dias em Agosto, para se igualar aos 31 dias Julho do imperador Julho César.

O calendários gregoriano que utilizamos atualmente não segue nenhum ciclo biológico, lunar, solar ou nada que se relacione com ciclos do planeta ou universo.

Muitos defendem que essa não-harmonia com os ciclos naturais afeta a psiquê e o emocional levando a consequências negativas para a saúde.

Existem atualmente muitas pessoas que seguem outros tipos de calendários, especialmente dos Maias (veja mais em www.sincronariodapaz.org).

Existem até projetos sendo analisados pela ONU que propõem a alteração do nosso calendário para o sistemas que segeum ciclos naturais, como lunares (13 meses/28dias).

Um assunto complexo que não será concluído em um breve texto. Mas escrevo como um incentivo para refletir sobre novos pontos de vista.

Acredito que a adequação do nosso calendário será uma das transformações que precisaremos passar em novos tempos de regeneração do planeta e de nós mesmos.

Precisamos nos reconectar com os ciclos da vida. Compreender suas leis, aprender com suas lições e viver em harmonia.

Todos os esforços para deixarmos o mundo mais propício para o cultivar do sentimento mais importante da nossa evolução: O Amor.

Meu Amor infinito por Gaia

planta amor gaia jornalista da nova era

 
Que alegria esta singela mensagem de carinho. Nasceram quatro mudas, mas esta foi especial….um coração perfeito.
O que dizer do meu Amor imensurável por nossa linda Gaia, nossa Mãe Natureza. Não tenho palavras para definir o meu Amor por todas as formas de vida deste magnífico planeta.

Sinto na Terra, o Amor da Vida e a beleza da renovação
– Sinto na Água, o pureza dos sentimentos e a limpeza do coração
– Sinto no Ar, a leveza do carinho, e a magia da comunicação
– Sinto no Fogo, o milagre da Esperança e a força da transmutação
– Sinto em Gaia, o Poder, a Sabedoria, o Amor e a Justiça da UNIÃO.
– União de tudo que existe em uma poesia a céu aberto.
– Cada canto, cada cor, cada forma da Natureza são artes de Deus
– Para nos mostrar que somos seres divinos, privilegiados por estar aqui
– Que nossa esperança seja sempre maior que qualquer dor
– Pois a Dor é necessária para renascer o Amor.
– Gaia vai fazer a Vida voltar a florescer!

Eu Te Amo Infinitamente Gaia.
Enquanto viver nesta Terra, estarei pronto para defendê-la e ajudá-la a prosperar!

 

Aprendendo com Gaia como Captar Energia Solar

A Natureza nos ensina as essências da vida. Desde comportamento a inspirações para tecnologia.
Na foto, uma estação natural de energia solar, como a que construímos para cidades. A técnica, de captar energia solar com diversas antenas é muito utilizada atualmente, veja a foto abaixo:

Energia solar jornalista da nova era

Agora, na foto abaixo, vemos a mesma técnica sendo empregada por Gaia em uma comum espécie do litoral brasileiro. Uma estação natural de energia solar, como a que construímos para cidades, em pequenos lindos detalhes junto ao chão.

Natureza jornalista da nova era

 

Na Nova Era reestabeleceremos nossa conexção com Gaia e voltaremos a aprender com todas as suas formas de vida. Compreender a infinita sabedoria e beleza que existe em cada detalhe deste magnífico planeta.