A ousadia do mau nos bons

O bem, geralmente passivo, constante, equilibrado precisa agora se expressar com proatividade, altruísmo e ousadia para conseguir implementar as soluções criativas e inovadoras que serão necessários para regenerar nosso planeta de mais de 100 anos de acelerada exploração e predação humana desmedida.

A percepção de mundo que temos de violência vem em grande parte pela ousadia, veemência e impacto do impulso egoísta e violento que compreendemos como “mau”. Chama muita atenção e ainda atraem muitos holofotes nesta sociedade de desejos e culto a dor….mas é como yin-yang, são duas polaridades autoexistentes que compõem uma unidade.

O desafio agora é cada pessoa boa deste mundo, que são motivadas pelo “amor aos outros”, que preferem o “nós”, ao “eu”, conseguir agir com a mesma veemência e ousadia dos maus, porém direcionados para o bem, com entusiasmo e determinação, em colaboração e acolhimento as diferenças.

O tempo de transição em que vivemos nos levará inevitavelmente há um novo modelo de sociedade. Resta saber se os bons terão a ousadia dos maus para agir no tempo e na abrangência que os desafios atuais exigem.

Soluções globais são construídas com conexões locais! É tempo de cooperação pela regeneração do mundo e da nossa própria humanidade.

A Essência das Religiões

A energia da Fé e do Amor é sempre a mesma, independente de sua forma ou intensidade.

Há milênios a humanidade se expressa por cultos e culturas relacionadas ao invisível, a algo superior e mais poderoso, que é merecedor de respeito e admiração. Com infinitos nomes e significados todas as civilizações, das mais primitivas e isoladas aos grandes impérios encontravam maneiras de expressar esse sentimento comum capaz de mover multidões e transformar realidades ao longo da nossa história.

Porém, essa história que deveria ser de paz, cooperação e amor muitas vezes foi transformada em guerras e horrores repugnantes. Matanças e assassinatos deliberados em nome de Deus que afirmavam ser Amor, Paz e sabedoria.

Assista abaixo o vídeo sobre este assunto:

Infelizmente, vivemos em um mundo em que a guerra se justifica pela religião, e o Poder define quem será o “Portador da Verdade”, conferindo-o o pseudo direito de subjugar as crenças divergentes. Desde a inquisição ao “eixo do mal” do George Bush aos se referir aos países muçulmanos o padrão se repete e a Fé é utilizada como instrumento de Poder.

Em todos os continentes, e em todas as eras, o sangue de inocentes foi derramado pela intolerância do dominador. Uma distorção grotesca e bizarra da cultura de paz, amor e harmonia pregada por todos os líderes religiosos de nossa história. E uma clara evidência de que a religião é (e sempre foi) usurpada e utilizada como álibi para ações de favorecimento político e econômico.

O Elo entre Todas as Religiões do Mundo

Para compreender esse elo é preciso compreender que a energia da Fé é sempre a mesma, independente de sua origem, forma ou intensidade. Sabemos o que é ter fé, mesmo sem saber explicar. Faz parte da natureza humana acreditar no que toca o coração.

Todas as religiões estão relacionadas a espiritualidade, ao não-físico, na crença de alento e apoio vindos do invisível, que se sente, e não do que se vê. Para isso, é preciso criar ícones que representam e/ou expressam este sentimento ao supremo, misto de gratidão, submissão e confiança no Bem.

E temos centenas de formas, desde danças, pinturas e música a rituais, auto-flagelos e objetos que conectam as pessoas a este universo invisível e poderoso da Fé.

A cultura, nível educacional, características físicas do ambiente, as heranças ancestrais e muitos outros fatores que nos tornam únicos definem o motivo de existir tantas religiões em nosso mundo. Afinal, a religião atua principalmente no campo mental de cada ser, dando sentido e explicações a perguntas que dependem da Fé para serem respondidas, como “Da onde viemos”? “porque vivemos”? “para onde vamos”?.

Sendo assim, é preciso muitas abordagens e interpretações diferentes para atender os diversos tipos de crenças, raciocínios e tipos mentais de cada um de nós.

Porém, em essência, existe um elo entre todas as religiões do mundo. Uma ligação indivisível entre islâmicos, católicos, evangélicos, budistas, agnósticos, metodistas, judeus, hindus e todas as religiões do planeta.

Uma força capaz de transformar todas as religiões em apenas uma expressão.

Mas entender esta essência é preciso compreender um pouco sobre a realidade quântica da matéria. É preciso ter consciência que nossos pensamentos e emoções influenciam a realidade física e os acontecimentos em nossas vidas. Esta é uma afirmação, e não uma suposição. Afinal, até mesmo a ciência tradicional, tida como a portadora da verdade, já demonstrou esta relação entre mente e matéria em diversos estudos.  quantas vezes você pensou em alguém que te ligou em seguida, ou sentiu alguem que te olhava pelas costas?

Sumariamente, existem dois tipos de pensamentos: os inferiores e superiores. Os inferiores dizem respeito aos sentimentos que prejudicam a si mesmo e ao próximo, tal como o rancor, inveja, ira e cobiça.

E os superiores representam os sentimentos relacionados a energia do Amor, que atuam positivamente para a evolução e harmonia de todos os seres e nos move para cuidar, respeitar e colaborar uns aos outros.

A essência das religiões é justamente a multiplicação de sentimentos superiores. Independente dos objetivos do pastor, padre, mestre, guia ou sacerdote, a maior energia será sempre dos fiéis, ou seja, a Fé sincera e verdadeira de quem realmente acredita no que está sendo dito e transmitido. O líder tem o papel somente de conduzir a experiência de fé das pessoas para o que ele acredita ser o melhor caminho.

Independente da religião, todos que querem o bem oram, rezam ou louvam pela Paz, Harmonia, Amor e Prosperidade para si e seus semelhantes. Assim, a forma, a lingua e o local podem ser diferente, mas a essência permanece a mesma.

Veja essas diferentes formas de expressão da divindade. Todas as imagens lembram às pessoas dos pensamentos superiores, do bem, do amor. São ícones visuais. Na cultura oriental é muito comum o ícone olfativo com uso de essências específicas para louvor a Deus.

Cada dia mais pessoas descobrem esta realidade em seus corações e por isso hoje frequentam diversas religiões, onde captam apenas o que lhe é positivo de cada uma delas. Ou o contrário, pessoas que não frequentam mais nenhuma religião por possuírem sua forma pessoal de entrar em contato com os pensamentos superiores. Afinal, não são os adornos de ouro de um templo ou os dízimos dos fiéis que farão sua oração ter mais “poder” ou algo do tipo, mas sim o conteúdo de seu coração e e de seus atos.

“O reino de Deus está dentro de ti e a tua volta; não em palácios de pedra ou madeiras. Rache uma lasca de madeira e Eu estarei lá; Levante uma pedra e Me encontrarás…”
– Evangelho apócrifo Tomé.

Por fim, a energia de todas os templos se unem para avançar ao cosmos como uma unidade, uma mensagem de Amor para a evolução do mundo.

Devemos parar de formar nossas opiniões por noticiários, jornais e por pessoas que não vivenciaram a essência das religiões que julgam e tem preconceito. Perceber a relação entre o Poder, a guerra e o controle e as histórias que nos contam sobre as diferentes religiões.

Devemos compreender que somente abandonando nosso julgamento e adotando um pensamento de realmente respeitar as diferentes religiões é que chegaremos a UNIDADE. A percepção da essência que une, coopera e promove a Paz.

Enquanto formarmos nossa opinião sobre histórias de terceiros e os absurdos das 5% de pessoas extremas e criminosas que matam em nome de Deus não iremos compreender a essência que une todos os templos do mundo nem o sentimento que é a bussola da nossa evolução: o Amor.

Somente o Amor é capaz de suportar todas as tempestades e fazer a vida prosperar.

Enxergue seus próximos como verdadeiros irmãos e caso ouça julgamentos, e pessoas dizendo que são superiores, melhores ou mais abençoadas saiba que está se afastando da essência do Amor.

Aceite. Respeite. O mundo de amanha depende da realidade que você está construíndo hoje. Seja um ponto de Luz do Amor no Planeta.

 

A energia da Fé e do Amor é sempre a mesma, independente de sua forma ou intensidade.

A energia da Fé e do Amor é sempre a mesma, independente de sua forma ou intensidade.